Lidar com a raiva

 

Muitas pessoas que vivem com câncer experimentam a raiva em algum momento. Muitas vezes, o sentimento surge ao receber um diagnóstico de câncer . Mas pode se desenvolver a qualquer momento durante o tratamento e a sobrevida.

Você pode sentir raiva de :

  • a chegada das dificuldades
  • a maneira como câncer e o tratamento alteram sua rotina
  • a maneira como membros da família e amigos reagem ao diagnóstico de câncer 

Você também pode lutar para lidar com os efeitos colaterais do câncer e seu tratamento, que podem incluir :

  • problemas de sono
  • fadiga
  • dor
  • náusea

Isso pode fazer com que até a pessoa mais feliz se sinta irritada.

Lidar com a raiva, é uma resposta emocional natural. Você não precisa sentir culpa se sentir isso. Raiva não é ruim. Mas algumas pessoas lidam com isso e o expressam de maneira prejudicial.

Expressōes doentias de raiva

Respostas prejudiciais à raiva incluem :

  • evitando expressar as emoções difíceis 
  • comportar-se de maneiras que magoam os outros ou a si mesmo
  • abuso de álcool ou drogas

Respostas prejudiciais  à raiva podem levar à depressão .

Expressões saudáveis de raiva, o controle da raiva saudável envolve identificar a emoção e expressá-la de forma produtiva. Quando expressa de maneira saudável , a raiva pode produzir mudanças positivas. Por exemplo, pode fornecer energia e força para superar os desafios do tratamento.

Considere as seguintes dicas quando se sentir com raiva :

Reconheça sua raiva, as vezes as pessoas agem com raiva sem reconhecer a presença da emoção . Considere quais outros sentimentos estão por baixo da raiva. As vezes, as pessoas escondem outros sentimentos dolorosos sob a raiva. E eles podem nem perceber que estão fazendo isso. Algumas pessoas se sentem mais à vontade com a raiva do que com outros sentimentos, como medo ou tristeza.

Evite exaltar que sua raiva cresça . Expresse seus sentimentos assim que os reconhecer. Se você segurá-los é mais provável que expresse raiva de uma maneira prejudicial. Encontre maneiras seguras de expressar sua raiva. Você pode expressar e liberar sua raiva de várias maneiras saudáveis. Fazendo uma atividade física , caminhando no parque, ouvindo uma música ou meditando.

O importante é você encontra alguma coisa que possa fazer você se sentir melhor.

Vanessa Bonafini

 

 

Viver com múltiplas verdades

Câncer traz perda. Câncer traz tristeza. Câncer traz medo. Você é uma vitima . Você está sofrendo. Ou o câncer traz apreciação . Câncer traz mudança. Câncer traz conexão . Você é uma sobrevivente. Você é resiliente.

Ou todas essas coisas podem ser verdadeiras ?

No entanto você pode ter sido afetada (o) pelo câncer , é provável que tenha experimentado sofrimento, medo e raiva em algum momento. Por quê ? Porque para a maioria das pessoas, o câncer traz ameaças e perdas de alguma forma. As perdas podem ser sutis ou mais extensas, perdas físicas , perdas de relacionamento, a perda de quem você era antes do câncer entrar na sua vida.

E é provável que mesmo que você não tenha experimentado isso pessoalmente, já tenha ouvido falar de pessoas que descrevem como experimentaram crescimento, apreciação e gratidão após o câncer entrar em suas vidas.

O que é notável em nossas mentes é que construímos nossa realidade e podemos adotar um número infinito de perspectivas sobre uma determinada situação . O que isso significa é que existe um número infinito de verdades sobre qualquer experiência.

Existem partes da sua experiência das quais você cresceu ? A resposta pode ser sim.

Se você pudesse desfazer toda essa experiência, faria ? A resposta também pode ser sim.

Você se sente mais vulnerável desde o diagnóstico ? Você sente simultaneamente que pode lidar com mais do que antes do câncer ?

É importante permitir a coexistência dessas verdades. Nossa mentes são capazes de criar quase qualquer história que escolhermos. Isso pode ser uma benção quando escolhemos narrativas auto-compassivas que nos permitem fazer escolhas saudáveis por nós mesmos. Mas isso pode ser um fardo quando somos autocráticos ou focamos nos piores cenários.

O ponto principal é que a maneira como pensamos sobre as coisas afeta nossa experiência com elas.

Para quem está experimentando um conjunto complexo de sentimentos sobre sua experiência com câncer ( que basicamente muita gente ) é comum questionar por que um conjunto de sentimentos está dominando em um determinado momento. Tem pessoas que se sentem especialmente tristes, se perguntam “Por que não sou grato pelo que tenho ” ? Eles são duros consigo mesmo. Da mesma forma existem pessoas que conseguem se sentir felizes mesmo quando as coisas estão ruins. Isso significa que eu estou bem com essa coisa horrível que aconteceu ?

Quando as pessoas pensam que deveriam estar se sentindo de maneira diferente do que elas, geralmente ficam presas. Por tanto o truque é permitir-se experimentar essas múltiplas verdades e entender que é uma experiência e tudo passa.

Depois de se dar essa permissão , você poderá retratar certos sentimentos com mais frequência do que outros. Eu uso a palavra Escolher cuidadosamente aqui com o entendimento de que existem muitos aspectos da aparência de quem não temos escolha. Existem muitos sinais visíveis de câncer que estão fora de controle. Mas na medida em que alguém  com câncer pode fazer escolhas, que narrativa você escolhe retratar ? Lembre-se em tudo que está fora de controle, isso está sob seu controle.

A verdade que você escolhe viver

Outro subproduto da convivência com múltiplas verdades é que as pessoas que o conhecem podem não entender a complexidade do que está passando. Seu sofrimento, seus sentimentos, sua dor e seu medo são muitas vezes inivisíveis. Seus familiares podem não compreender completamente que apesar de tudo o que você está passando, também podem ter momentos de alegria e agradecimento. Isso não significa que você superou. Mais pode ajudar a superar.

Por fim você pode decidir o que o câncer significa para você . Você pode decidir a qualquer momento se pode sentir pena de você e ficar na cama, ou então você pode decidir se concentrar no mesmo momento no que é mais importante para você e entrar na vida o mais plenamente possível . Não estou sugerindo que você possa escolher seus sentimentos. Mas você pode escolher o significado que você fás deles. Existem múltiplas verdades na experiência e em como nos sentimos. Existem múltiplas verdades em quem somos. Existem várias verdades no que a experiência do câncer traz.

Então qual é a verdade ? Bem o que você focar pode se tornar sua verdade.

Lembre-se, tristeza e gratidão podem coexistir. Permita-se experimentar a totalidade do que você está sentindo. Então quando precisar de descanso de um determinado ângulo ou perspectiva, alimente a alternativa. Você pode ampliar uma perspectiva que você valoriza compartilhando-a , registrando-se em um diário ou trabalhando  através da conversa interna. Seja flexível quando uma certa perspectiva não estiver funcionando para você .

Você é autora (o) da sua história. Você é o criador da sua verdade. Você pode ser a voz da compaixão . Ninguém escolhe câncer . Mas você pode escolher sua “verdade”

 

Vanessa Bonafini

 

Não existe uma única “dieta para o câncer”?

 

As células cancerígenas crescem em padrões distintos que desafiam as limitações normais.

Essa atividade de crescimento requer energia e, portanto, as células cancerígenas metabolizam nutrientes de maneiras diferentes das células saudáveis ​​ao seu redor. Na tentativa de matar o tumor sem matar as células que normalmente funcionam, os medicamentos quimioterápicos têm como alvo essas vias dentro das células cancerígenas. Isso é notoriamente difícil, caro e propenso a efeitos colaterais tóxicos, responsáveis ​​por grande parte do sofrimento associado à doença.

Agora, os médicos estão começando a pensar mais em nutrientes específicos que alimentam as células tumorais. Ou seja, como o que comemos afeta o crescimento do câncer  e se existem maneiras de potencialmente “matar de fome” as células cancerígenas sem deixar uma pessoa desnutrida ou com fome.

Durante muito tempo, o pensamento predominante era que o metabolismo alterado nas células cancerígenas era o resultado de genes e mutações que determinavam o metabolismo, diz Jason Locasale , biólogo da Universidade Duke. “Agora, como sabemos é uma interação complexa entre ambiente e genes, e um dos principais fatores em jogo é a nutrição”.

Agora, os médicos estão começando a pensar mais em nutrientes específicos que alimentam as células tumorais. Ou seja, como o que comemos afeta o crescimento do câncer  e se existem maneiras de potencialmente “matar de fome” as células cancerígenas sem deixar uma pessoa desnutrida ou com fome.

Durante muito tempo, o pensamento predominante era que o metabolismo alterado nas células cancerígenas era o resultado de genes e mutações que determinavam o metabolismo”, diz Jason Locasale , biólogo da Universidade Duke. “Agora, como sabemos, é uma interação complexa entre ambiente e genes, e um dos principais fatores em jogo é a nutrição”.

A importância da nutrição é aceita há muito tempo para condições como diabetes e hipertensão, diagnósticos que vêm com receitas alimentares bem conhecidas. Mesmo a droga mais comumente usada no diabetes tipo 2, a metformina, foi encontrada em ensaios clínicos como inferior à dieta e ao exercício. Biólogos celulares como Locasale veem estender essa linha de pensamento ao câncer como um passo lógico, porque, no nível celular, o câncer também é uma doença das vias metabólicas.

Sugerir que as pessoas jejuam ou morrem de fome para matar um tumor tem sido o domínio de reivindicações dúbias e exageradas ao longo dos anos, e essa não é a sugestão agora. Em estudos recentes, as vias metabólicas têm sido alvo de várias abordagens para mudar o que as pessoas comem. Algumas pesquisas envolveram minimizar a ingestão de açúcar. De fato, algumas células cancerígenas metabolizam a glicose em níveis mais altos do que o normal para apoiar o processo de glicólise aeróbica e esgotar seu acesso ao açúcar pode retardar o crescimento.

No ano passado, Siddhartha Mukherjee, pesquisador da Universidade de Columbia e autor de O Imperador de Todas as Doenças , e seus colegas descobriram que pelo menos um medicamento quimioterápico específico pode ser mais eficaz combinando seu uso com a ingestão de um baixo teor de açúcar, proteína e dieta “cetogênica”, rica em gordura. Em um artigo na Nature , os pesquisadores sugerem que o efeito estava relacionado à diminuição dos níveis de insulina que o pâncreas libera no sangue em resposta à ingestão.

Na mesma época, uma equipe internacional de pesquisadores concluiu na revista Science Signaling que “apenas algumas células cancerígenas são extremamente sensíveis à retirada da glicose, e o mecanismo subjacente dessa sensibilidade seletiva não é claro”.Em outras palavras, uma dieta com pouco açúcar pode ajudar a combater alguns tipos de câncer, mas certamente não é tão simples quanto o câncer come açúcar; portanto, o baixo teor de açúcar impede o câncer .

Embora o ângulo do açúcar e da insulina tenha se mostrado promissor, mais pesquisas se concentraram em proteínas da dieta – ou, especificamente, em aminoácidos individuais que compõem essa proteína. Estudos mostraram que a restrição dos aminoácidos serina e glicina pode modular os resultados do câncer. De acordo com um estudo de 2018 na Nature , o metotrexato de quimioterapia é afetado pelo aminoácido histidina. Outra, asparagina, está envolvida na progressão das metástases do câncer de mama .

O maior interesse foi na metionina, que é encontrada em altos níveis em ovos e carne vermelha . Em 2018, uma revisão das evidências existentes do Rutgers Cancer Institute de Nova Jersey considerou restringir a metionina “uma estratégia antitumoral promissora”. Essa promessa também se mostrou em tumores cerebrais e melanomas, como detalhou em fevereiro o cirurgião da UC San Diego Robert Hoffman. A metionina é produzida nas células normais – a partir de homocisteína, folato e vitamina B12. No entanto, muitos tipos de células cancerígenas carecem da enzima que possibilita a fabricação celular de metionina. Portanto, eles exigem metionina extra de fora do corpo – através dos alimentos que ingerimos – para sobreviver. Corte esse suprimento e deve ajudar a retardar o tumor sem passar fome pela pessoa.

Este mês, Locasale e seus colegas da Duke divulgaram descobertas mostrando que a restrição da metionina diminuiu o crescimento do tumor em camundongos e seres humanos. A área específica de pesquisa da Locasale, conhecida como metabolômica, utiliza enormes conjuntos de dados para quantificar a atividade metabólica. Isso permite que o controverso campo da pesquisa em nutrição opere com novos níveis de precisão, onde as vias metabólicas específicas podem ser monitoradas. A maioria das pesquisas nutricionais se baseia em dados auto-relatados, nos quais as pessoas que dizem comer amêndoas têm taxas mais baixas de algum tipo de câncer, e o melhor que podemos fazer é assumir que essas duas coisas estão relacionadas. O artigo de Locasale, por outro lado, está cheio de cálculos estatísticos complexos envolvendo “distâncias euclidianas” e “escala multidimensional”.

Isso é, sim,” ele tentou explicar pacientemente. “É basicamente dizer que podemos quantificar o que está acontecendo nas células”.

O que realmente complica o quadro para Locasale é que o mais próximo de uma dieta restrita à metionina é, na prática, uma dieta vegana . Isso parece estar em desacordo com os efeitos de combate ao câncer relatados por Mukherjee e colegas que envolvem uma dieta “cetogênica”. Mas, ao contrário das guerras alimentares que assolam as páginas da mídia popular, Mukherjee apoiava a investigação de Locasale. “Mais evidências sobre a fascinante conexão entre dieta e câncer”, ele twittou do estudo Duke. “Não está ‘morrendo de fome’ o câncer, mas sim encontrar vulnerabilidades precisas que viabilizam terapias metabólicas.”

E agora comecei a me referir à comida como terapia metabólica.

Como câncer é um termo que encapsula muitas doenças diferentes – com diferentes alterações em diferentes vias metabólicas em células diferentes em diferentes partes do corpo – nenhuma terapia metabólica é adequada para todas as pessoas. O que faz um câncer crescer mais lentamente pode apressar outro. Assim como evitar o excesso de açúcar é crucial para as pessoas com diabetes, para que não percam a visão e os pés, o açúcar pode salvar a vida de uma pessoa com hipoglicemia crítica.

Em 2017, relatei um estudo provocador de suplementos de vitamina B12 , que podem prevenir a anemia em pessoas que não recebem o suficiente através dos alimentos. Em quantidades excessivas, porém, o uso desses suplementos foi associado a taxas mais altas de câncer de pulmão. Novamente, isso parecia ser um caminho metabólico que alimenta as células tumorais.

Nutrientes ou vitaminas não são simplesmente bons ou ruins, causadores ou combatentes do câncer. Se um livro ou blog recomendar uma única “dieta do câncer” – ou mesmo um suplemento que prometa combater o câncer – tome cuidado. Isso pode acabar piorando as coisas. Especialmente se houver uma pessoa na capa de jaleco branco, com os braços cruzados e dentes que parecem nunca ter sido usados.

Por enquanto, a menos que um oncologista tenha aconselhado uma dieta específica adaptada ao seu tumor específico, a recomendação mais comum é comer uma dieta geralmente saudável. Nada disso desafia o princípio de que permanecer bem nutrido faz parte de uma abordagem saudável de qualquer doença; e não há evidências de que a fome geral seja boa ou mesmo segura. Mas focar em padrões específicos de alimentação provavelmente fará parte de muitas diretrizes de tratamento do câncer nos próximos anos.

Comida é remédio – ou terapia metabólica. E nenhuma terapia metabólica é boa ou ruim para todos em todas as condições.

 

 

Vanessa Bonafini

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A realidade do famoso e polêmico suco de aipo .

O ano passado eu fiz um Post falando da euforia que o suco de aipo estava causando e continua no EUA, agora quero dividir minha experiência pessoal até então sobre o famoso suco.

Na Flórida as vezes é quase impossível encontrar o aipo orgânico nos supermercados, é claro que não necessariamente você só deva utilizar orgânico até porque não é todos que tem acesso e custa um pouco mais caro, mais você fazendo a higienização correta não tem o menor problema.  Comecei a perceber que todo mundo estava postando e compartilhando suco de aipo nas mídias sociais. Podcasts de saúde e bem-estar continuavam falando sobre isso, cantando louvores. O suco de aipo começou a despertar meu interesse repetidamente até que bem , é claro que eu tinha que tentar eu mesma para ver o que era toda essa confusão rsrsrsrs.

Então eu estou desde então  tomando 450ml  do suco de aipo orgânico logo pela manhã e só queria compartilhar minha experiência caso você também esteja curioso. Como todas as coisas no blog não estou aqui para dizer o que comer ou beber. Você conhece seu corpo e o que precisa. Eu só gosto de compartilhar idéias e opções , caso algo desperte seu interesse.

10 benefícios do suco de aipo

Isso é o que está sendo dito na web. Não tenho idéia se essas são cientificamente comprovadas, mas parece haver muita pesquisa e consenso sobre os seguintes benefícios. Faça sua própria pesquisa e veja por si mesmo. (E eu aconselho a tentar por si mesmo e a ouvir o seu corpo como parte de sua pesquisa. Nossos corpos sabem. )

  1. O suco de aipo cura e ativa o intestino, restaurando o ácido clorídrico, que nos ajuda a digerir as coisas de maneira mais rápida e eficiente. O suco de aipo ajuda a aumentar o ácido estomacal, necessário para ajudar a quebrar os alimentos, principalmente as proteínas. Especialmente bom para quem tem uma dieta rica em proteínas. Se o ácido do estômago estiver baixo, o corpo precisará usar mais recursos para digerir esse alimento, geralmente nos deixando cansados . O suco de aipo tem a capacidade de reabastecer significativamente os níveis de muco gástrico que são necessários no revestimento do estômago para curar e prevenir úlceras e refluxo ácido.
  2. Suco de aipo reduz o colesterol. O aipo contém um composto chamado 3-n-butilftaleto (BuPh) que tem ação redutora de lipídios, reduzindo o colesterol ruim (LDL) na corrente sanguínea.
  3. Suco de aipo é um anti-inflamatório natural. Contém poliacetileno, que reduz a dor crônica nas articulações, a gota e a artrite reumatóide. Não só acalma o corpo, mas também acredita-se que acalma os nervos, com propriedades calmantes e relaxantes.
  4. Suco de aipo reduz a pressão arterial. Pesquisas mostram que o aipo ajuda a baixar a pressão alta, agindo como um relaxante muscular suave, melhorando o fluxo de cálcio e potássio nas células, permitindo que os vasos sanguíneos se expandam e se contraiam com maior facilidade.
  5. Suco de aipo ajuda o fígado. Estudos mostram que o aipo ajuda a reduzir o acúmulo de gordura no fígado. Os nutrientes do aipo protegem o fígado e, na verdade, ajudam o fígado a produzir enzimas que ajudam a liberar gordura e toxinas.
  6. O suco de aipo melhora a digestão , aumentando a circulação no intestino, fazendo com que as coisas sigam em frente. É bom para prisão de ventre, inchaço, inchaço e retenção de água, atuando como um laxante e diurético suave e natural.
  7. O suco de aipo combate a infecção. As pesquisas mostram que os compostos encontrados no aipo contêm poderosas propriedades antimicrobianas que combatem infecções e naturalmente aumentam a imunidade. O suco de aipo reduz o ácido úrico e estimula a produção de urina, especialmente útil no combate a infecções bacterianas no trato digestivo e nos órgãos reprodutivos, ajudando a prevenir infecções do trato urinário, bexiga e rins.
  8. O suco de aipo contém poderosos antioxidantes e compostos para combater o câncer. O aipo contém um flavonóide chamado apigenina, que demonstrou matar células cancerígenas . Os poliacetilenos no aipo curiosamente contêm compostos quimio-protetores que ajudam a reduzir a toxicidade enquanto aumentam a imunidade e ajudam a retardar o crescimento de células ruins.
  9. O suco de aipo é alcalinizante. Na verdade, o aipo é um dos alimentos mais alcalinos que você pode comer! A pesquisa sugere que uma dieta alcalina prolonga a vida e previne doenças crônicas.
  10. O suco de aipo é altamente nutritivo . O aipo é carregado com minerais e vitaminas essenciais, como folato, potássio, vitamina B6, vitamina K e vitamina C. Um coquetel para a pele. A luteolina no aipo protege a pele por dentro e evita danos causados por UV. Alguns juram pelas propriedades curativas da pele do aipo, dizendo que isso ajudou a esclarecer doenças da pele como psoríase e acne.

De acordo com Anthony Williams, em seu livro Celery Juice , “o suco de aipo é um dos sucos mais poderosos e curativos que podemos beber. Apenas 450ml do suco de aipo fresco todas as manhãs com o estômago vazio podem transformar sua saúde e digestão em menos de uma semana. ”

Ele sugere beber diariamente e não acrescentar nada a ele para o benefício máximo .

quando você deve beber suco de aipo?

  • Beba logo de manhã com o estômago vazio para obter melhores resultados. Aguarde 20 a 30 minutos antes de beber qualquer outra coisa ou seja seu café da manhã como de costume.

quanto suco de aipo você deve beber?

  • Beba 450ml . Se você sentir que não consegue, pode começar com menos e aumentar gradualmente.

o aipo precisa ser orgânico?

  • É preferível, mas não obrigatório. Se estiver usando aipo não orgânico lave muito bem todo os talos para ajudar a tirar qualquer risco de pesticidas . O aipo está na lista de vegetais que são fortemente tratados com pesticidas.

por que não podemos simplesmente comer aipo em vez de fazer o suco 

  • Você pode. Mas para obter todos os benefícios que Anthony William diz é preciso comer de 9 a 12 talos de aipo todas as manhãs . 

como fazer suco de aipo em um espremedor

    1. Aqui fica um pouco mais difícil dizer exatamente a quantidade porque tudo depende do tamanho do aipo, e conforme você começar a fazer o suco vai ter mais noção da quantidade necessária para 450 ml do suco
    2. Lave-os em água limpa para remover quaisquer detritos
    3. Beba imediatamente o suco assim que terminar ( eu não costumo coar tá )
    4. Sinta-se livre para fazer o suficiente, o importante é você começar independente da quantidade

Você pode utilizar liquidificador, espremedor o que você tiver em casa.

efeito do suco de aipo em mim pessoalmente:

  • Minha digestão melhorou significativamente  sinto que meu estômago digere  de maneira mais rápida e eficiente, sinto-me menos inchada 
  • Minha pele fica mais hidratada e parece mais saudável em geral.
  • Tenho menos desejos de sal e menos desejos de açúcar.
  • Sinto-me bem depois de beber é nutritivo. Eu gosto de como me sinto, o que me faz querer continuar bebendo. Eu também gosto do sabor disso, por mais incrível que possa parecer ele não tem um gosto tão ruim como podem imaginar
  • Eu sinto que tenho mais energia durante todo o dia
  • Minhas articulações parecem menos rígidas e doloridas.

Nós sabemos intuitivamente o que precisamos para nos sentir melhor !!!

 

Vanessa Bonafini

A possibilidade de voltar a vida após o câncer !!!

                                               Espalhe o amor

Alguma vez você já sentiu que sua vida não era real, mas sim um filme sendo exibido na sua frente que você assistia de longe? Isso já aconteceu comigo algumas vezes durante a minha vida. Se você nunca se sentiu assim, deixe-me dizer que é uma sensação incrivelmente chocante.

Eu me senti assim quando fui diagnosticado com câncer e novamente após o término do tratamento. Embora não tenha sido tão surpreendente no diagnóstico, foi um choque pós-câncer. Mas talvez eu não devesse ter ficado tão surpresa com isso.

O problema era que eu estava tentando voltar à minha vida “normal” pré-câncer quando a verdade é que você não pode voltar. Em vez disso, você deve descobrir qual é a sua nova vida normal após o câncer, determinando como o câncer mudou você.

Vida após o câncer: lutando para voltar ao normal

Por que você quer voltar

Quando você é diagnosticado com câncer, acaba ansiando pela normalidade. Não há nada normal em lutar todos os dias para viver. Também não há nada normal em ser lembrado de que você pode estar morrendo, afinal todos vamos morrer um dia mais eu determinei que não seria por causa de um câncer ainda não era minha hora, tenho muito para viver.  E não há nada de errado em sentir que seu corpo está sendo envenenado durante todo o tratamento porque ele está, as drogas são tão violentas que são capazes de destruir suas células ruins mais também as boas, e isso vai destruindo seu corpo e sua mente se você não reagir. Tudo bem que ninguém disse que seria fácil essa batalha, mais não imaginei que seria tão difícil como foi.

Toda a jornada é anormal. E o que você mais deseja é retornar à sua vida antes do câncer, mais já adianto impossível voltar a vida como ela era no passado. Sua vida muda completamente,e é tudo tão rápido  tipo piloto automático que quando você olha para trás se assusta de quem você era no passado. 

Desaparecimento repentino de seu apoio

Todo mundo se reúne ao seu redor quando você está sendo tratado de câncer. Você tem família, amigos, médicos lá para você 24 horas por dia e7 na semana. Na verdade pode ser demais. Às vezes me sentia sufocada e só queria ficar sozinha no meu mundo.

E um dia seu tratamento termina … junto com todo o apoio. A vida após o câncer significa que seu apoio não estará mais lá, pelo menos não da mesma maneira que durante o tratamento. A vida segue em frente e as pessoas não podem estar lá da mesma maneira pelo resto da sua vida e nem deveriam ser esperadas.

Embora você possa ter se sentido sufocado e ressentido com parte desse apoio, seu súbito desaparecimento faz você se sentir sozinho, vulnerável e assustado. E acontece no momento exato em que você sente todo o impacto emocional de sua jornada contra o câncer.

É difícil processar todas as emoções que o câncer traz durante o tratamento. Durante esse período, seu foco está na batalha diária de derrotar o câncer para que você possa viver. E assim você empurra alguns ou muitos desses sentimentos profundamente. Mas eles não vão embora até que você lide com eles. E eles têm uma maneira de ressurgir quando você passa pelo tratamento pela segunda vez, mesmo que não seja o seu propriamente dito, no meu caso foi do meu filho. E posso falar com toda certeza do mundo, não existe pior dor que ver o sofrimento de um filho e nada poder fazer, há não ser Orar muito.

Lutando como louca para ser normal novamente

Você perdeu seu sistema de suporte, se sente mais sozinho do que nunca e tem uma série de emoções que está tentando evitar mas não pode mais ignorar. Acrescente a isso o fato de que você estava querendo mais do que tudo voltar à sua vida pós câncer, como se essa jornada nunca tivesse acontecido e não é de admirar por que você está tentando voltar ao normal com tanto esforço.

Mas tentar muito voltar a algo que nunca pode ser recriado apenas piora as coisas.

Isso levanta uma questão importante … Por que continuar lutando para recriar o impossível? Você está mentalmente e fisicamente exausto e sente que não tem estrutura para uma profunda reflexão interna. Você fez muito isso quando estava doente e quer que acabe logo.

O problema é que a maioria dos pacientes com câncer passa por esse processo. É uma reação natural à jornada traumática pela qual você passou. A chave é estar ciente do que está acontecendo, para que você possa começar a avançar e parar de se sentir tão desanimado e incapaz . Porque quanto mais você tentar voltar ao normal pior se sentirá. E a única resposta é começar a avançar .

Durante meu tratamento, eu disse a mim mesma que precisava ignorar todo o resto e me concentrar apenas em recuperar meu corpo e me curar . Eu estava em péssima forma não conseguia me alimentar e tomar um simples copo de água se tornava algo praticamente impossível então eu me frustrava facilmente. Com o tempo percebi que não estava realmente vivendo, mas quase não existia.E eu não era isso que eu queria. Qual era o sentido de viver através do meu câncer apenas mal existir na vida ? 

Mas quando eu comecei a recuperar minha energia lentamente, eu ainda tinha essa sensação estranha por dentro então só me restava ignorar e tentar seguir a vida.  Porque sim tudo começa a se encaixar novamente depois do seu tratamento, para alguns leva  mais tempo e para outros acontece mais rápido. O importante é que você tenha o seu próprio tempo. E foi ai que eu entendi que era hora de lidar com minhas emoções e descobrir como o câncer tinha mudado a minha vida, e que era hora de viver essa nova vida que eu tinha lutado tanto para ter de volta. 

 

Vanessa Bonafini

Os culpados causadores de câncer serão pegos por suas impressões digitais de DNA

celulas tumor cancer 0916 1400x1050

Estudo no Pan-Cancer Project ajudará a pesquisar prevenção, diagnóstico e tratamentos do câncer

As causas do câncer estão sendo catalogadas por um imenso estudo internacional que revela as impressões digitais genéticas de processos que danificam o DNA que impulsionam o desenvolvimento do câncer. Esta lista detalhada de impressões digitais genéticas fornecerá pistas sobre como cada câncer se desenvolveu. Isso ajudará os cientistas a procurar causas de câncer previamente desconhecidas, levando a melhores informações para estratégias de prevenção e a indicar novas direções para o diagnóstico e tratamentos do câncer.

Essas impressões digitais permitirão que os cientistas procurem produtos químicos anteriormente desconhecidos, vias biológicas e agentes ambientais responsáveis ​​por causar câncer.

A pesquisa, publicada na revista Nature de hoje (05 de fevereiro) como parte de um projeto global Pan-Cancer, irá ajudar a compreender as causas do cancro, informando estratégias de prevenção e ajuda letreiro novos rumos para diagnóstico e tratamentos câncer.

Também publicados hoje na Nature e em periódicos relacionados, há 22 estudos adicionais do Pan-Cancer Project. A colaboração envolvendo mais de 1.300 cientistas e clínicos de 37 países analisou mais de 2.600 genomas de 38 tipos diferentes de tumores. O projeto representa uma exploração internacional sem precedentes dos genomas do câncer, o que melhora significativamente nossa compreensão fundamental do câncer e zeros nos mecanismos de desenvolvimento do câncer.

No Reino Unido, alguém é diagnosticado com câncer a cada dois minutos, com 363.000 novos casos de câncer a cada ano. A doença causa cerca de 165.000 mortes no Reino Unido anualmente.

O câncer é causado por alterações genéticas – mutações – no DNA de uma célula, permitindo que a célula se divida incontrolavelmente. Muitas causas conhecidas de câncer, como luz UV e tabagismo, deixam uma impressão digital específica de dano no DNA, conhecido como assinatura mutacional. Essas impressões digitais podem ajudar a entender como os cânceres se desenvolvem e, potencialmente, como eles podem ser prevenidos. No entanto, estudos anteriores não foram grandes o suficiente para identificar todas as assinaturas mutacionais em potencial.

O estudo da impressão digital identificou novas assinaturas mutacionais que não haviam sido vistas antes, de mutações de “erro de digitação” em uma única letra, a inserções e exclusões ligeiramente maiores de código genético. O resultado é o maior banco de dados de assinaturas mutacionais de referência de todos os tempos. Apenas cerca de metade de todas as assinaturas mutacionais têm causas conhecidas, mas agora esse recurso pode ser usado para ajudar a encontrar mais dessas causas e entender melhor o desenvolvimento do câncer.

O professor Steven Rozen, autor sênior da Duke-NUS Medical School, de Cingapura, disse: “Alguns tipos dessas impressões digitais de DNA, ou assinaturas mutacionais, refletem como o câncer pode responder aos medicamentos. Mais pesquisas sobre isso podem ajudar a diagnosticar alguns tipos de câncer e a que drogas eles podem responder “.

O professor Gad Getz, autor sênior do Broad Institute do MIT e Harvard, e Massachusetts General Hospital, disse: “A disponibilidade de um grande número de genomas inteiros nos permitiu aplicar métodos analíticos mais avançados para descobrir e refinar assinaturas mutacionais e expandir nossa estudar outros tipos de mutações. Nossa nova coleção de assinaturas fornece uma imagem mais completa dos processos biológicos e químicos que danificam ou reparam o DNA e permitirá que os pesquisadores decifrem os processos mutacionais que afetam o genoma dos cânceres recém-sequenciados “.

Outro estudo no Pan-Cancer Project, publicado hoje na revista Nature , descobriu que mudanças genéticas maiores e mais complexas que reorganizam o DNA também podem atuar como assinaturas mutacionais e apontar para causas do câncer. Pesquisadores do Instituto Wellcome Sanger e do Broad Institute do MIT e Harvard e seus colaboradores descobriram 16 dessas assinaturas que abrangem desde rearranjos de genes únicos a cromossomos inteiros.

O Projeto Pan-Câncer global é o maior e mais abrangente estudo de genomas de câncer completo até o momento. A colaboração criou um enorme recurso de genomas primários de câncer, disponível para pesquisadores de todo o mundo para avançar na pesquisa.

 

Fonte da história:

Materiais fornecidos pelo Wellcome Trust Sanger Institute .

Vanessa Bonafini

 

 

Como o câncer pode afetar sua espiritualidade ou fé

 

Muitas pessoas com câncer buscam um significado mais profundo em suas vidas. Eles querem entender seu propósito na vida ou por que têm câncer. Espiritualidade significa a maneira como você olha o mundo e como faz sentido o seu lugar nele, não necessariamente seja religião . A espiritualidade pode incluir fé, crenças, valores e razões de ser.

Não se sabe ao certo como a espiritualidade e a religião estão relacionadas à saúde. Alguns estudos mostram que crenças e práticas espirituais ou religiosas criam uma atitude mental positiva que pode ajudar o paciente a se sentir melhor e melhorar o bem-estar. O bem-estar espiritual e religioso pode ajudar a melhorar a saúde e a qualidade de vida.

O que ser espiritual pode significar para você ?

Ser espiritual pode ter significados diferentes para todos. É uma questão muito pessoal. Todo mundo tem suas próprias crenças ou práticas como:

  • Encontrando-o através da religião ou fé
  • Praticando certos rituais
  • Meditando ou yoga
  • Oferecer-se ou fazer coisas para os outros
  • Ensino
  • Leitura ou escrita
  • Estar na natureza ou com animais

Ter câncer pode fazer você pensar no que acredita, esteja conectado a uma religião tradicional ou não. É normal ver a experiência de maneira negativa e positiva ao mesmo tempo. Algumas pessoas acham que o câncer traz mais significado à sua fé. Outros sentem que sua fé os decepcionou e lutam para entender por que têm câncer. Por exemplo, eles podem questionar seu relacionamento com Deus.

Algumas pessoas procuram uma sensação de paz ou conexão com os entes queridos. Eles descobrem que ter câncer faz com que aumentem seus laços com as pessoas mais próximas. Outros tentam se perdoar por ações passadas que tomaram ou não. Ou eles procuram perdoar os outros e torná-lo um tempo para curar relacionamentos.

Embora você possa perceber o que é importante para você, também é normal sentir-se angustiado. Algumas pessoas têm sentimentos de incerteza quanto ao seu propósito na vida. Outros têm falta de esperança ou preocupação com seus entes queridos.

Seus valores podem mudar

Muitas pessoas também acham que o câncer muda seus valores. Eles fazem alterações para refletir o que mais importa para eles agora. As coisas que você possui e seus deveres diários podem parecer menos importantes.Você pode decidir passar mais tempo com seus familiares ou fazer algo para ajudar os outros. Ou você pode levar mais tempo para fazer coisas ao ar livre ou aprender sobre algo novo. Para alguns, a fé pode ser uma parte importante do enfrentamento e recuperação do câncer.

Encontrar conforto e significado durante o câncer é muito importante

Se você deseja encontrar apoio espiritual ou baseado na fé, alguns hospitais ou clínicas podem ajudar ou recomendar ajuda como terapia, psicólogo para dar apoio as pessoas de diferentes crenças. Você também pode perguntar à sua equipe de médicos sobre especialistas ou organizações locais que ajudam pacientes com câncer e sobreviventes. Acredite é muito importante que o paciente não se isole, ou acha que pode passar por isso sozinho.

Algumas idéias que podem ajudar você a encontrar conforto e significado são:

  • Orando ou meditando
  • Lendo histórias edificantes sobre o espírito humano
  • Conversando com outras pessoas com experiências semelhantes
  • Dedicar tempo a refletir sobre a vida e os relacionamentos
  • Escrevendo em um diário ( durante o meu tratamento fiz exatamente isso, e me ajudava muito )
  • Encontrar um lugar especial onde você encontra beleza ou uma sensação de calma
Vanessa Bonafini