Espiritualidade e Câncer existe relação ?

Atitudes, ligadas ou não à religião, moldam a forma como as pessoas encaram um problema de saúde.

Espiritualidade é um relacionamento que você tem com um poder superior que lhe dá significado ou propósito , espiritualidade significa algo diferente para cada um de nós, e nós expressamos da nossa maneira. O que eu amo na espiritualidade é que varia de pessoa para pessoa, mas é tudo o que lhe dá uma sensação de conexão .

Quando o câncer coloca a fé em questão , medo, dúvida e raiva são emoções normais quando enfrentamos os diagnóstico da doença . Essas emoções podem fazer com que você questione suas crenças espirituais.

Essas crises de fé são uma parte importante do desenvolvimento espiritual. Mas a realidade é que, não importa o tão espiritual você seja ou fieis somos, podemos não ter controle num primeiro momento, então permita-se sentir raiva e até questionar sua fé. Ao se permitir sentir-se assim, você pode chegar a um lugar de aceitação ou de uma melhor compreensão  de seus sentimentos, o que vai ajudar a seguir em frente.

Quantas pessoas você conhece pessoalmente, que você acredita que são realmente saudáveis ? Não estou falando somente de pessoas que fazem exercícios  e tem uma alimentação mais natural. Estou falando de saúde total : física , emocional e mental.

Para a maioria de nós, esse número é infelizmente pequeno nos dias de hoje. A verdade é que não é só o câncer que está em ascensão . As taxas de diagnóstico de diabetes, depressão , demência e os níveis de stress diários tem vindo a aumentar de forma constante, mesmo entre as gerações mais jovens.

Precisamos aprender a melhorar a nossa qualidade de vida, gerenciar o stress diário , e prolongar a mudança de vida para assim ter longevidade .

O ser humano é um ser espiritual. Sem essa premissa, não é possível propor um cuidado de saúde verdadeiramente holístico. Nesse sentido, a espiritualidadpode ser definida como a essência da existência humana, a maneira como o indivíduo se conecta com o transcendente e com aquilo que dá valor, significado e propósito para sua vida. Diante de situações difíceis, caso de doenças graves como o câncer, ela pode ajudar a lidar com o adoecimento e proporcionar ao paciente um melhor bem-estar psíquico e físico, além de menos dor e depressão.

A relação que a espiritualidade estabelece com a saúde física, psicológica e social é complexa e, ainda hoje, apenas parcialmente conhecida. Não se deve, portanto, estabelecer relações simples entre a vida espiritual e o resultado de tratamentos oncológicos.

A espiritualidade será sustento das esperanças dos pacientes, independentemente dos desfechos alcançados, apoiando-os em todas as fases do tratamento, desde o diagnóstico até a cura ou mesmo até a terminalidade. Ela é onipresente ao longo de toda a jornada do cuidado. Basta estar atento a ela, ouvindo-a e falando abertamente a respeito.

Hoje, tratar da espiritualidade é algo muito mais simples do que há dez anos atrás.  Hoje no âmbito de pesquisa científica, tem alguns estudos realizados  para avaliar as barreiras que impedem o cuidado espiritual  e a importância que os profissionais de saúde atribuem ao tema.

Sem dúvida, há uma abertura muito maior à integração da espiritualidade no conjunto dos cuidados. Mas, mais do que buscar uma associação entre cura e espiritualidade, o que nós precisamos é entender que ela pode e deve fazer parte do tratamento oncológico.

De qualquer forma, é fundamental que todo o tratamento esteja sempre atento a perspectiva do paciente .

Vanessa Bonafini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s