Como eu me sinto quando…. estou tendo um dia ruim…

Dias difíceis – quem não os tem, não é?! Durante o tratamento contra o câncer, então, eles se multiplicam mais do que coelhos! Também pudera: enfrentar o câncer é uma montanha russa, onde um dia estamos super bem e otimistas, e no outro queremos ficar deitados em posição fetal até o tratamento acabar. Sem contar a irritação causada por outros fatores: marcar consultas, receber laudos horríveis, ouvir frases de efeito…. Afff! Bem, pelo menos existe o Como eu me sinto quando… pra gente poder dar risada de nós mesmos e descontrair um pouco, né? Vamos lá?

Como eu me sinto quando… estou tentando autorizar um exame – e o 0800 do convênio fica me passando pra mil setores. 

Sempre sobra pro telefone. Ou pro lápis. Ou pro papel. Ou pro mouse.

 

Como eu me sinto quando… desabafo um problemão pra um amigo e ele tenta me consolar comparando com um dele – que nem problema é! Exemplo: você diz ‘Engordei por causa dos medicamentos’ e a pessoa responde ‘Nossa, eu também engordei, inverno é foda! Mas projeto verão tá aí, né, amiga?”

Cancela a amizade.

Como eu me sinto quando… tô prestes a ter um chilique no hospital – mas aí lembro que preciso da equipe cuidando de mim e fico pianinho. 

EU TÔ HÁ QUASE UMA HORA ESPERAN…Ah, o doutor nem chegou ainda? Tá bem, eu espero, obrigada pela informação.

 

Como eu me sinto quando…não aguento mais estar em tratamento – e daria tudo pra poder trocar de corpo! 

Eu não quero mais ser eu.

Eu não quero mais ser eu.

 

Como eu me sinto quando… alguém tenta me animar dizendo “Você ainda vai rir disso tudo”

COMO OUSA?! Deixa eu ficar triste e brabo, caralho!

COMO OUSA?! Deixa eu ficar triste e brabo, caralho!

 

Como eu me sinto quando… penso no que eu gostaria de dizer pro câncer. 

SAI DA MINHA VIDA!!!!!

Como eu me sinto quando… saio com a minha carinha de quimio (e calça de abrigo, e moletom) e alguém na rua fica me encarando com cara de pena ou espanto. 

Oi, vai se foder. Todos temos direito de sair do jeito que quisermos, e ninguém tem nada a ver com isso! Ok? Ok!

Oi, vai se foder. Todos temos direito de sair do jeito que quisermos, e ninguém tem nada a ver com isso! Ok? Ok!

Como eu me sinto quando… tô num dia horrível, mas tenho um evento importantíssimo marcado e resolvo ir. 

Nós todos vamos nos DIVERTIR. Mesmo que eu esteja meio despirocada e grite com todo mundo, tá?!

Nós todos vamos nos DIVERTIR. Mesmo que eu esteja meio despirocada e grite com todo mundo, tá?!

Como eu me sinto quando… ouço na rua alguém que eu nem conheço falando algo do tipo: câncer é uma sentença de morte/ quem tem câncer não vai viver muito/ não existe isso de se curar do câncer. 

SEGURA MEU POODLE que eu vou brigar com esse infeliz!!!!

SEGURA MEU POODLE que eu vou brigar com esse infeliz – e mostrar pra ele que dá pra morrer de vergonha por falar tanta merda!!!!

 

O lado bom dos dias ruins é que eles nos forçam a  botar pra fora o que nos incomoda e falar umas verdades – faz bem extravasar nossos sentimentos e emoções, principalmente durante o tratamento. Além disso, vivendo dias de inferno, valorizamos ainda mais quando os dias bons chegam!

 

Beijos, Vanessa Bonafini

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s